top of page

Suculentas Pendentes: 5 Espécies para Colecionar

Atualizado: 3 de mai. de 2023


Sedum morganianum

 

Se você é um amante de suculentas e está procurando por algo interessante para adicionar à sua coleção, as suculentas pendentes podem ser uma ótima opção. Como o próprio nome sugere, possuem caules longos e flexíveis que crescem para baixo, criando um efeito cascata muito bonito. Essa característica faz com que elas sejam ideais para serem cultivadas em vasos suspensos ou em prateleiras elevadas, criando um efeito visual interessante e único.

Muitas espécies são nativas de regiões áridas e, portanto, podem suportar condições de luz intensa e pouca água. No entanto, como todas as suculentas, elas precisam de água e luz adequadas para crescerem saudáveis.


Existem várias espécies de suculentas pendentes, e algumas das mais populares incluem as espécies de gênero Sedum, Senecio e Rhipsalis. No Brasil, uma das espécies mais comuns de suculentas pendentes é a conhecida como “colar-de-pérolas” (Senecio rowleyanus). Essa planta é nativa da África do Sul e apresenta folhas arredondadas e esféricas que lembram pequenas pérolas, daí o seu nome popular.



Senecio rowleyanus Via Unsplash _ Jennifer Burk



Rhipsalis pilocarpa

É um cacto epífito, ou seja, cresce sobre outras plantas sem prejudicá-las. É indicado o sol da manhã e do final da tarde, porque ele se queima facilmente com o sol intenso. Aprenda a cuidar nesse post.



Sedum burrito

Popularmente conhecido como Dedo-de-moça pode alcançar até 50cm de comprimento. São indicadas para áreas externas com bastante luminosidade e algumas horas de sol diárias para crescerem bem volumosas.








Sedum morganianum

Suas hastes podem alcançar até 60cm de comprimento. É indicado bastante luminosidade natural, e no mínimo 6 horas de sol por dia. É muito confundido com o Sedum burrito, mas as folhas do Sedum morganianum são mais compridas.


Rhipsalis campos-portoana

É um cacto brasileiro nativo da região sul do país. Suas hastes são finas e ramificadas, atingindo até 30 cm de comprimento. Indicado sol indireto ou sol da manhã. As flores são pequenas, brancas e discretas, e surgem em pequenos grupos no final dos ramos.


Para cuidar de suculentas pendentes, é importante escolher o local de acordo com a luminosidade indicada para a espécie, e regar somente quando o solo já estiver seco, assim evitamos que as raízes e a planta apodreçam por excesso de água.

Em resumo, as suculentas pendentes são uma adição interessante e de baixa manutenção à sua coleção de plantas. Com o cuidado adequado podem crescer e florescer por muitos anos.

Espero que tenha gostado deste artigo e até o próximo!

 


Comentarios


bottom of page