top of page

Cacto Sianinha: como cuidar, características da sua flor e mais!


Crédito foto: Gordon K A Dickson via Flickr


Você conhece o cacto Sianinha?

Para transformar, trazer leveza e conforto para um ambiente, as plantas e flores são ótimas escolhas. Além disso, existem diversas espécies bem versáteis, resistentes e simples de serem mantidas, como o cacto Sianinha.


Com uma folhagem bela, exótica e em tonalidade verde intensa, o cacto Sianinha é uma espécie que se adapta muito bem em ambientes de sombra e não possui espinhos agressivos. Por isso, ela é ideal para quem busca plantas como ornamento dentro de casa, apartamento e escritório.


Além da beleza das folhas dessa planta, em época de floração, ela desenvolve flores muito perfumadas e que se abrem apenas em períodos noturnos. Para conhecer mais sobre essa curiosa espécie e como cuidar dela, confira o artigo abaixo.


Como cuidar do cacto Sianinha

O cacto Sianinha é uma espécie resistente, de fácil cultivo e rápido desenvolvimento. Assim, com alguns cuidados simples você conseguirá mantê-lo belo e sadio dentro de qualquer ambiente. Para tanto, veja a seguir mais detalhes e informações sobre como cuidar dessa planta exótica.

Crédito foto: ronbeckdesigns.tumblr.com


Como plantar o cacto Sianinha em vaso

Se você sabe como plantar cactos, não terá muitos problemas com o plantio do cacto Sianinha em vasos ou recipientes. Esse procedimento deve ser realizado quando a muda apresenta algumas raízes. Assim, o primeiro passo é colocar uma camada de drenagem no vaso, com: brita, seixo, caco de telha ou argila expandida. Em seguida, complete o vaso com solo de crescimento e coloque a muda.


Para a planta ter uma boa fixação no solo, lembre-se de apertar levemente a terra ao redor da muda de forma a firmá-la no local. Depois disso, mantenha a planta em uma área sombreada e com regas frequentes, de pelo menos uma vez por semana.


Como fazer mudas de cacto Sianinha

Para fazer mudas de cacto Sianinha, utilize uma faca bem afiada e corte uma folha próxima ao caule principal da planta ou um pedaço que foi podado. Para tanto, escolha uma parte que esteja com uma tonalidade bem viva e aspecto saudável para fazer as mudas, pois isso aumentará as chances dela se desenvolver.


Com a folha retirada, prepare o solo onde será colocada a planta e faça um pequeno buraco na terra. Em seguida, com a parte que foi cortada, direcione ela para o solo e aperte a área em torno do vegetal para que ele fique firme. Por fim, hidrate a região com água e espere por cerca de 20 dias para ocorrer o crescimento das raízes.


Luminosidade para o cacto Sianinha

O cacto Sianinha, diferente de outras espécies similares, não possui origem em regiões áridas ou semiáridas com sol pleno. Pelo contrário, ele se adaptou em troncos de árvores localizadas em florestas tropicais e subtropicais. Por conta disso, ele resiste com os raios solares filtrados pelas copas das árvores.


Devido ao ambiente em que o cacto Sianinha está acostumado, a iluminação para essa planta é em local com sombra ou meia sombra, recebendo luz solar indireta. Dessa forma, as regiões mais adequadas para essa espécie são: próximas a janelas, cantos e paredes, varandas ou debaixo de árvores.


recregarden.blogspot.com.ar2

Clima para o cacto Sianinha

Tendo em vista que o cacto Sianinha é oriundo de florestas com luz indireta de sol, clima tropical e subtropical, a temperatura ideal para cultivar essa planta é entre 18 a 30 graus celsius. Além disso, ele não gosta de ambientes frios, com temperaturas negativas ou geadas.


Ao posicionar o cacto, evite deixá-lo em locais com muitas horas ou alta incidência de sol. Caso contrário, ele terá suas folhas queimadas ou solo extremamente seco, facilitando a entrada de pragas ou em casos extremos, a morte da planta. Por isso, escolha lugares com temperaturas amenas e em meia sombra.


Rega do cacto Sianinha

Esta espécie não gosta de ambientes úmidos e com excesso de água. Por isso, para manter seu cacto saudável, o ideal é realizar uma hidratação periódica com pouca frequência. Assim, regue apenas quando o solo já estiver seco.


Para garantir que a terra se mantenha arejada e com umidade adequada, é fundamental ter uma ótima drenagem no solo do cacto. Desse modo, mantenha sempre uma camada de escoamento de água, com brita, argila expandida ou algum produto similar no fundo dos vasos e recipientes.


Solo ideal para o cacto Sianinha

Por conta de sua pouca necessidade de iluminação direta e de regas, o solo é um fator muito importante para auxiliar no desenvolvimento e crescimento do cacto Sianinha. Além disso, com uma terra rica em nutrientes, será favorável para a planta produzir flores durante o período de floração.


A matéria orgânica deve ser bem fértil, com: húmus de minhoca, esterco animal (esterilizado e peneirado) ou adubo orgânico. Em complemento, é importante ter uma boa fonte de cálcio, fósforo e potássio, com o adubo NPK na proporção de 4-14-8. Caso deseje acrescentar mais nutrientes, você também poderá contar com pequenas quantidades de torta vegetal no solo.


Adubos e substratos para o cacto Sianinha

A adubação e o acréscimo de substratos são importantes para manter a folhagem do cacto Sianinha saudável. Além disso, os nutrientes irão auxiliar no processo de floração da planta, pois quando nutrida de forma adequada, o cacto sianinha responde rápido aos efeitos dos nutrientes.


Para fazer o adubo como forma de manutenção, faça uma reposição de nutrientes utilizando adubo mineral nas folhas. Caso o solo esteja com deficiência em micronutrientes, é importante acrescentar um adubo foliar completo, que contenha NPK com maior quantidade em fósforo. Você poderá encontrar esse fertilizante em lojas especializadas de jardinagem ou garden centers.


Manutenção do cacto Sianinha

De modo a manter um cacto sadio e com aparência bonita, é importante se atentar em posicionar a planta em um local com pouca umidade e em solo rico em nutrientes. No primeiro caso, faça regas controladas, uma vez por semana ou se necessário, com intervalos maiores, de forma a evitar que a terra fique encharcada.


Em relação aos nutrientes da terra onde o cacto Sianinha está imerso, ele deve ser mantido em solo fértil. Por isso, ao invés de colocar apenas terra e areia, busque adicionar de forma frequente húmus de minhoca, adubo orgânico ou esterco animal. Para potencializar isso, coloque materiais ricos em fósforo, seja por meio de NPK ou adubos similares.


Poda do cacto Sianinha

A poda do cacto Sianinha não é necessária de forma periódica. Assim, ela deve ser feita apenas quando as folhas estiverem secas, velhas ou muito compridas a ponto de criar raízes próximas do chão. Com isso, ela terá mais força para se desenvolver e crescer de forma sadia.


Para fazer a poda, utilize uma tesoura ou ferramenta bem afiada, de modo a realizar cortes limpos e sem danificar a folhagem. Com isso, corte a parte da folha que apresentar algum sinal de dano, deixando um espaço de pelo menos um palmo de distância entre a parte comprometida e o trecho mais saudável.


Pragas e doenças do cacto Sianinha

Quando a planta estiver com falta de nutrição ou irrigação inadequada, ela se torna mais vulnerável a pragas, como o pulgão e cochinilhas. Além disso, podem surgir também o aparecimento de lesmas, caracóis e caramujos. O período mais crítico para isso ocorrer é durante o inverno, quando ocorre a escassez de água. Nesses casos, utilize inseticidas e retire as pragas e folhas danificadas.


Já em situação de excesso de umidade, uma doença muito agressiva que pode ocorrer no cacto Sianinha é a podridão negra, causada pela bactéria erwinia. Essa doença causa a podridão foliar que pode contaminar todo o vaso. Se isso ocorrer, remova as folhas danificadas e busque mudar a planta de ambiente para um local menos úmido.


Propagação do cacto Sianinha

A propagação do cacto pode ser feita por sementes ou com a própria folha da planta. Nesse último caso, para realizar a procriação da espécie, utilize uma ferramenta bem afiada. Com ela, remova folhas da lateral do caule que estejam com aspecto sadio e coloque em um solo nutrido.


Ao fazer o corte da folha, atente-se em tomar cuidado para que seja um corte limpo. Caso o ferimento da planta fique aberto, ele pode se tornar uma porta de entrada para doenças e desidratação da planta matriz. Nessa situação, pulverize a região com canela em pó para realizar a cicatrização da área afetada.


Replantio do cacto Sianinha

O replantio das folhas é realizado de forma simples. Para tanto, prepare o solo onde será colocado o cacto, faça um pequeno buraco na terra e posicione o caule com a raiz da planta sobre ele. Feito isso, cubra ao redor e aperte levemente a região para firmar a planta no solo. Em seguida, regue com um pouco de água.


Depois de realizar o replantio, o processo de adaptação da planta leva cerca de 2 a 3 semanas para aparecerem as novas raízes. Quando isso acontecer, você pode manter as regas e a adubação do solo normalmente.


Sobre o cacto Sianinha

O cacto Sianinha é uma planta muito utilizada em ornamentos para vasos e jardins, principalmente em ambientes altos que deixam suas folhas pendentes e livres. Por isso, para conhecer melhor as características, uso dele no paisagismo, ciclo de vida e floração, acompanhe os detalhes abaixo.


Características do cacto Sianinha

Com o nome científico de Selenicereus anthonyanus, por conta de sua aparência diferenciada com folhas recortadas, achatadas e pendentes, ele foi popularmente apelidado como: cacto Sianinha, zig zag e até fishbone cactus (cacto espinha de peixe).


Nativa da região do México, essa espécie pertence à família Cactaceae. Porém, diferente de outros cactos, ela não possui espinhos aparentes. Caso se desenvolvam, eles não chegam a ser agressivos. Por fim, possui uma estrutura fragmentada, com raízes aéreas que se fixam facilmente em árvores e podem atingir de 60 centímetros a 1 metro de comprimento.


Paisagismo com o cacto Sianinha

Com uma folhagem comprida, verde brilhante e bem recortada, o cacto Sianinha é ideal para ser usado no paisagismo como forma de oferecer um toque rústico e exótico ao ambiente. Além disso, suas flores grandes, com pétalas alongadas e perfumadas garantem um belo acabamento e decoração para o verde das folhas.


Por ser uma planta com folhas longas, o local ideal para posicioná-las é em jardins verticais, vasos, cestas ou outras estruturas pendentes. Em locais externos, o mais indicado é deixar o cacto no solo e próximo de árvores, pois com o crescimento da planta, ela tende a se desenvolver em volta do tronco.


Ciclo de vida do cacto Sianinha

O ciclo de vida do cacto Sianinha é perene. Dessa forma, ele possui uma vida longa, da qual dura mais de dois anos com folhas saudáveis e brilhantes. Por isso, essa planta é ideal para quem busca maior praticidade e resistência ao vegetal.


Em relação à flor do cacto Sianinha, ela se desenvolve em condições favoráveis com um clima adequado, pouca umidade e em um solo rico em nutrientes. Assim, ela irá florescer no final da primavera para início do verão. No Brasil, esse período ocorre a partir do mês de novembro.


Crédito foto: giardinaggio.it

Flor e a floração do cacto Sianinha

O cacto Sianinha possui belas e grandes flores, que variam entre 10 a 15 centímetros de tamanho. As pétalas são finas e volumosas, com tonalidades de branco para creme, enquanto as partes mais externas tomam uma coloração avermelhada.


Com um intenso perfume que exala quando estão floridas, uma característica particular dessa espécie é que essa floração ocorre no início do entardecer e chegam em sua plenitude no período da noite. No entanto, ao amanhecer as flores voltam a se fechar.


O cacto Sianinha é uma planta noturna!

Com uma aparência exótica e hábitos diferenciados, o cacto Sianinha é uma ótima opção para quem busca colocar plantas dentro de casa ou apartamento.

Por ela se adaptar bem em locais com iluminação indireta de sol, é possível posicioná-la em diferentes áreas dentro de cômodos, jardins e varandas.


Como vimos anteriormente, essa espécie possui poucas exigências quanto a manutenção e cuidado. Além disso, quando deixada em um solo rico em nutrientes e em condições favoráveis, essa planta irá desenvolver perfumadas e atrativas flores, das quais se abrem no período noturno. Por tal razão, ela é considerada como uma bela planta noturna.


Com uma folhagem diferenciada e tonalidade vívida, certamente você irá se surpreender com a beleza do cacto Sianinha. Por isso, aproveite essas dicas para ter seu próprio cacto dentro de casa.


*Artigo escrito por Portal Vida Livre (Parceiro do Terrários & Suculentas).



1 commentaire


Essa planta é incrível, tem uma onde antes era o quintal de pedra do meu vizinho, mas agora construíram uma casa e ela fica suspensa numa quina bem pequena de pedra, e eu sinceramente não sei como ela sobrevive lá, é literalmente só pedra, só recebe água quando chove e floresce lindas flores na primavera.

J'aime
bottom of page